• Home
  • Tolerância zero com a corrupção

Tolerância zero com a corrupção

A impunidade da classe política é o atentado ao princípio da igualdade de todos perante a lei. Em quatro anos da operação Lava Jato, os juízos de primeira instância condenaram os operadores dos esquemas de corrupção a mais de 2 mil anos de cadeia, com expectativa de recuperação de R$ 11 bilhões de reais. Nesse mesmo tempo, o STF, que julga agentes públicos com foro privilegiado, não condenou nenhum dos políticos investigados. Temos que abolir o Foro Privilegiado para políticos e demais agentes públicos que cometam infrações penais comuns ou crimes de responsabilidade.
A capacidade de punir quem utiliza de sua posição privilegiada para descumprir a lei é prioridade para o NOVO. Defendemos a promulgação de uma emenda constitucional que estabeleça, em definitivo, o trânsito em julgado penal na segunda instância. E ainda, propomos responsabilizar os partidos políticos pelas condutas ilícitas de seus dirigentes praticadas em interesse ou benefício próprio. Travamos o combate pela justiça e pela transparência, tanto do setor público quanto do privado.
Em momento algum confundimos corte de privilégios com o desrespeito de direitos. Pelo contrário, é combatendo a impunidade de poucos que fazemos valer o direito de muitos.