• Home
  • Qualidade de vida

Qualidade de vida

Para melhorar a saúde e a qualidade de vida dos brasileiros, é necessário aumentar a eficiência do SUS, com menos filas e com melhores serviços. Acreditamos que nosso sistema de saúde deve – sem descuidar da grande abrangência territorial e das diversidades particulares ao nosso país – incorporar elementos de modelos referência em universalização com equidade, tais como Alemanha, Holanda e Cingapura.
Precisamos de uma gestão do SUS baseada em prioridades na saúde, e não em conveniências políticas, garantindo atenção essencial a quem mais precisa. Através de políticas públicas vamos priorizar a erradicação de doenças causadas pela falta de prevenção, como a queda da cobertura vacinal e o combate inadequado aos mosquitos.
Queremos fortalecer e ampliar as parcerias do SUS com o setor privado, aprimorar o modelo de Organizações Sociais de Saúde para reduzir falhas de governança em hospitais e clínicas, assim como implementar o modelo das redes de saúde regionais.
Acreditamos no modelo de redes de saúde pautadas em resultados, capazes de cuidar das pessoas, desde a prevenção e o primeiro atendimento, até a internação e reabilitação. Redes de saúde poderão ser contratadas pelo SUS ou por operadoras de planos de saúde, sendo avaliadas por metas de saúde pré-estabelecidas, de modo a reduzir custos e aumentar a qualidade de serviços.
Queremos também aumentar a utilização de tecnologias na saúde, como prontuário eletrônico e telessaúde, capazes de aumentar a qualidade e a eficiência das redes de saúde.
Nosso sonho é colocar o Brasil entre os países mais saudáveis da América Latina, reduzindo a mortalidade infantil e aumentando a expectativa de vida dos brasileiros.